5 dicas para presentear um evangélico

Não há quem se negue a receber um presente, aliás, na nossa cultura ocidental, recusar um presente chega a ser até um insulto, não é mesmo? Seja um aniversário, uma data comemorativa ou um fechamento de um ciclo, presentes são importantes e estreitam laços de relacionamentos, seja com quem for.

O ato de presentear alguém está presente na cultura ocidental há milênios, desde as mais antigas civilizações como Egito, Grécia e Roma. Geralmente um presente era doado de forma simbólica, em honra a alguém, e o cidadão que estava dando o presente tinha em mente beneficiar o recebedor, com frutas, comida, ou riquezas.

Em Roma, Caligula declarou em um ano que aceitaria presentes dos cidadãos, e afirmou que todos os presentes que não fossem dignos a um homem em sua posição seriam expostos em praça pública e ridicularizados, assim como seus doadores seriam humilhados. Essa pressão fez com que os cidadãos fizessem o melhor que podiam para dar presentes realmente agradáveis e, mais importante que isso, ter o reconhecimento de seus superiores. Essa tradição é mantida viva até hoje.

A tradição Cristã, surge com o nascimento de Cristo, quando os três magos ou três sábios entregam ao menino Jesus suas prendas e riquezas em demonstração de amor e agradecimento a Deus pelo presente que enviara a Terra, seu filho Jesus. Conforme diz a Bíblia, “Prostrando-se, O adoraram; e, abrindo os seus tesouros, Lhe ofertaram dádivas: ouro, incenso e mirra” (Mateus 2:11)

Desde então, o ato de presentear simboliza agradecimento e amor, damos ao próximo que amamos assim como os três magos fizeram a Jesus Cristo.

É inegável que um evangélico pode não aceitar um presente qualquer ou extremamente mundano, por isso, muitos que não são evangélicos podem ficar na dúvida na hora de presentear um evangélico, portanto, decidimos fazer sugestões de como presentear um evangélico e ter certeza da eficácia do seu presente.

1. Busque o significado.

É o mais importante de tudo, buscar um significado para o seu presente, pense: “O que eu admiro nesta pessoa que eu gostaria que ela soubesse?”, se a pessoa tem um talento especial para alguma arte manual, como desenho ou escrita, você pode dar a ela uma agenda cristã para ela praticar seus desenhos ou escrituras. Caso ela seja atleta, você pode pensar em dar a ela um acessório como um squeeze com tema cristão. Pense sempre no significado do presente.

2. O presente deve ser útil.

Além de simbólico, um presente deve ser útil, e você não vai querer que seu presente dado com todo o carinho fique largado em um canto qualquer na casa da pessoa. Tente ser o mais útil possível, analise as necessidades da pessoa que você quer presentear, você deve conhece-la o bastante para acertar em cheio.

3. Não se importe com custo, mas sim com valores.

O preço do seu presente não importa. De que adianta gastar fortunas em um presente que não vai ser útil em nada para uma pessoa? Os valores estão acima dos custos, e isso é muito importante na hora de presentear um evangélico.

4. Não compita com os outros.

Seu presente não é melhor nem pior que o de ninguém, não tente comparar com os outros. O seu presente, antes de tudo, deve ser único, e que tenha características que façam o recebedor lembrar de você, se conseguir unir isso com a utilidade do presente, você vai dar o melhor presente que poderia ter dado.

5. Não faça por obrigação.

O desejo de presentear deve surgir de dentro. Não dê um presente só porque todos estão dando. Se não tem vontade de dar presentes a alguém, não dê. Aguarde o momento em que você sinta vontade de presentear alguém de coração, seu presente será muito mais bem-vindo se for dado com amor.

Presentear um evangélico pode ser uma tarefa ainda mais difícil do que presentear uma pessoa que não é Cristã. Você pode conferir em nossa loja centenas de artigos evangélicos para presentear quem você ama e acertar em cheio no presente.

Comente!